novembro 17, 2017

A decisão mais importante está em suas mãos

Nesta jornada de desafios para aumentar as chances de gravidez, você pode prevenir muitos problemas obtendo informação adequada de fontes confiáveis que permitem decisões assertivas para que o sonho de ser mãe se realize com sucesso. Quando tiver toda informação disponível, confie no seu poder de avaliar o que é melhor para você.

O 18º desafio rumo ao sonho de ser mãe para quem ainda não deu esse passo, é prevenir problemas fazendo uma revisão completa do seu aparelho reprodutor, incluindo os exames hormonais, avaliação da reserva ovariana, além de descartar doenças sexualmente transmissíveis como a clamídia, que pode causar infertilidade de forma assintomática.

Cuidado com os mitos e receitas estranhas que você irá encontrar durante suas pesquisas! Anote as receitas e dicas que te gere dúvida para perguntar durante sua consulta com um especialista em reprodução humana e nunca tome remédios, mesmo que considerados naturais, sem indicação médica personalizada ao seu caso.

Com os exames na mão e tudo ok, você tem muito ao seu favor. Confira algumas informações para começar:

  • Calcular o período fértil: Você pode encontrar muitas calculadoras automáticas pela internet, no entanto, lembre-se que manter relações sexuais frequentes (3 vezes por semana) é mais efetivo que programar as relações apenas durante o período fértil.
  • Teste de ovulação: o teste de ovulação adquirido em farmácia ou por internet de certa forma detecta o nível de fertilidade, já que identifica o nível do hormônio LH (luteinizante), mas esta informação não garante que a ovulação ocorreu, e caso tenha ocorrido, não indica se o óvulo é saudável. Portanto, continua sendo preferível manter as relações constantes.
  • Temperatura basal: não perca seu tempo medindo a temperatura, isso irá provocar mais estresse que ajudar.
  • Evite lubrificantes íntimos: eles podem dificultar a mobilidade dos espermatozoides.

Fique atenta aos fatores que podem causar infertilidade e consulte um especialista caso se identifique com algum dos pontos a seguir:

Portadora de endometriose: As portadoras de endometriose podem engravidar, porém têm um risco mais elevado de serem afetadas pela infertilidade, por isso é importante um acompanhamento médico.

Varicocele: Quando os testículos têm uma espécie de varizes, que algumas vezes também podem causar dor, é preciso consultar um urologista, pois a varicocele é uma das principais causas de infertilidade masculina.

Menopausa precoce na família: Você sabe quando sua mãe, avó e tias entraram na menopausa? Se isso aconteceu antes dos 45 é importante ter um acompanhamento médico, pois a menopausa precoce é hereditária.

Ciclos irregulares: É importante saber a causa de ciclos irregulares, é possível que possam ser causados por alterações hormonais que afetem a fertilidade.

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up