Fertilização in vitro

A fertilização in vitro, também conhecida por suas iniciais “FIV”, é o tratamento realizado com mais frequência em nossas clínicas, por ser atualmente a opção da medicina reprodutiva que oferece mais chances de gravidez para aqueles que enfrentam dificuldades para engravidar após um ano de tentativas a partir dos 35 anos.

Fertilização in vitro

A fertilização in vitro, também conhecida por suas iniciais “FIV”, é o tratamento realizado com mais frequência em nossas clínicas, por ser atualmente a opção da medicina reprodutiva que oferece mais chances de gravidez para aqueles que enfrentam dificuldades para engravidar após um ano de tentativas a partir dos 35 anos.

O que é fertilização in vitro?

play_arrow

Em que casos é indicado?

Sêmen do casal


  • Pacientes que tenham realizado tratamentos anteriores mais simples, como a Inseminação Artificial, sem sucesso.
  • Mulheres com ausência de trompas ou lesões tubárias que impedem a fecundação natural ou por inseminação artificial.
  • Mulheres com endometriose avançada ou profunda, com provável repercussão nas trompas e na qualidade dos óvulos.
  • Situações nas quais dispomos de um número limitado de óvulos.
  • Casos de fator masculino severo
Sêmen de doador


  • Fator masculino severo, com má qualidade espermática.
  • Fracasso anterior de fecundação com esperma do casal.
  • Má qualidade embrionária ou fracasso de implantação repetido onde há suspeita de um fator masculino como causa principal.
  • Homens portadores de uma doença genética que não pode ser estudada nos embriões.
RESULTADOS

Confira os resultados clínicos do IVI neste site.

ATENDIMENTO

97% dos nossos pacientes recomendam o IVI.
O IVI oferece atendimento personalizado e acompanhamento em todas as fases do tratamento.

TECNOLOGIA

O IVI é pioneiro em tecnologia de reprodução humana para oferecer os melhores resultados.

QUALIDADE-PREÇO

Não somos a opção mais cara. Somos a que mais alternativas de tratamento oferece para conseguir os melhores resultados.

Procedimento

Nas clínicas de reprodução humana do grupo IVI oferecemos um diagnóstico personalizado para identificar o melhor tratamento para cada causa de infertilidade.

Estimulação ovariana

Para estimular a produção de óvulos, é realizada a administração de medicamentos com dosagem personalizada, acompanhamento através de ultrassonografia (3 ou 4) e medição de dosagens hormonais durante um período aproximado de 10 a 12 dias. Durante esse processo é observado o desenvolvimento dos folículos, que são uma espécie de cápsulas que protegem e guardam os óvulos até o momento da ovulação.

Punção e laboratório

Punción y laboratorio
Ovocitos

Fecundação dos óvulos

Cultivo embrionário em laboratório

Cultivo embrionario en el laboratorio

Dependendo da indicação, em um determinado momento do processo de desenvolvimento do embrião pode ser realizada a biópsia de embrião para a retirada de algumas células para o estudo genético. Esse estudo avalia a viabilidade embrionária em relação aos riscos de alterações genéticas que podem impedir o desenvolvimento e saúde do embrião.

Durante a espera do estudo genético do embrião, o mesmo permanece na incubadora dependendo do seu dia de desenvolvimento, ou é congelado (vitrificado) enquanto somente as células retiradas para a análise são enviadas ao laboratório de genética.

Transferência

Congelamento dos embriões

Indicações da fertilização in vitro

A indicação da Fertilização in Vitro é realizada após o estudo da fertilidade do casal, que é comprovada através de exames específicos e análise do histórico familiar. O diagnóstico inclui exames hormonais, morfológicos e genéticos tanto no homem quanto na mulher. Os casos onde a FIV é indicada incluem:

  •  Idade materna superior a 35 anos.
  • Alterações no resultado do espermograma.
  • Obstruções na trompa.
  • Laqueadura.
  • Vasectomia.
  • Fatores genéticos de infertilidade.
  • Casos de aborto de repetição.
  • Tratamentos para evitar doenças hereditárias.

Técnicas complementares à fertilização in vitro

A fecundação dos óvulos pode ser realizada mediante a técnica de FIV convencional, onde os espermatozoides selecionados são colocados junto ao óvulo em uma placa de cultivo para que um deles realize a penetração ou através da Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoides (ICSI), onde um único espermatozoide selecionado é diretamente introduzido no óvulo com a ajuda de uma pipeta.

Dependendo da necessidade dos pacientes, a Fertilização in Vitro pode ser complementada com técnicas genéticas de personalização do tratamento com o objetivo de maximizar sua efetividade e reduzir os riscos para a saúde do bebê. São elas:

  • Teste ERA – Comprovação do período de receptividade endometrial.
  • Teste CGT – Comprovação de compatibilidade genética do casal, especialmente indicado em caso de consanguíneos e quando há conhecimento que um dos membros do casal é portador de uma doença genética.
  • PGD – Estudo genético do embrião para identificar aqueles que são portadores de doenças genéticas hereditárias.
  • PGT – Teste genético para identificar aqueles embriões que são portadores de doenças genéticas hereditárias.
  • PGT-A – Teste genético indicado em casos onde há um risco maior de alterações genéticas não hereditárias no embrião, tais como a Síndrome de Down e outras cromossomopatias.

Solicite mais informações

Voltar ao topoarrow_drop_up