A ovodoação é indicada para:

  • Mulheres em idade avançada.
  • Mulheres com falência ovariana devido a menopausa, falência ovariana prematura ou outros problemas nos ovários que impedem a a ovulação.
  • Mulheres que não podem utilizar os seus próprios óvulos, ou pela baixa qualidade dos mesmos ou por doenças hereditárias que não podem ser detectadas através das técnicas de PGD (Diagnóstico Genético Pré-implantacional); mulheres com fracassos repetidos de Fecundação in Vitro.
  • Mulheres com ovários inacessíveis para a obtenção de óvulos.
  • Abortos de repetição.
  • Alterações cromossômicas na mulher ou nos embriões.

Ler mais

  • Considera-se falência ovariana prematura quando a menstruação não se inicia na puberdade (disgenesia gonadal – síndrome de Turner, síndrome de Swyer, disgenesia gonadal pura, síndrome de Savage ou do ovário resistente).
  • Considera-se falência ovariana prematura quando a ausência da função ovárica se produz antes dos 40 anos, com menstruações que começam a ser irregulares até que acabam por desaparecer. Entre as causas, encontram-se fatores como:
  1. Hereditários: portadoras da síndrome de X-frágil.
  2. Alterações enzimáticas: galactosemia, deficiência de 17 a-hidroxilasa. Defeito na secreção de gonadotrofinas.
  3. Perturbações autoimunes: MEN ou síndrome de neoplasias endócrinas, síndrome de Addison, diabetes mellitus, hipotireoidismo, anticorpo anti-ovário.
  4. Fatores infecciosos: papeira, rubéola.
  5. Ambientais: tabagismo, exposição a agentes químicos, etc. Castração cirúrgica: devido a quistos ou tumores ovarianos.
  6. Quimioterapia ou radioterapia prévia que comprometeram a reserva ovariana.
  • Considera-se mulheres com falhas repetidas na FIV aquelas que não respondem à estimulação ovariana ou com falhas de fecundação em repetidas ocasiões com ICSI ou com falhas repetidas de implantação dos embriões.

A ovodoação é indicada para:

  • Homens com ausência de espermatozoides.
  • Homens portadores de uma doença genética que não possa ser estudada nos embriões ou portadores de uma doença de transmissão sexual.
  • Anomalias cromossômicas no sêmen.

RESULTADOS

Confira os resultados clínicos do IVI neste site.

TECNOLOGIA

O IVI é pioneiro em tecnologia de reprodução humana para oferecer os melhores resultados.

ATENDIMENTO

97% dos nossos pacientes recomendam o IVI.
O IVI oferece atendimento personalizado e acompanhamento em todas as fases do tratamento.

QUALIDADE/PREÇO

Não somos a opção mais cara. Somos a que mais alternativas de tratamento oferece para conseguir os melhores resultados.

RESULTADOS

As chances de gravidez dos tratamentos com óvulos doados são superiores à média dos pacientes acima dos 35 anos com óvulos próprios porque o sucesso está diretamente relacionado com a idade dos óvulos fecundados. Isso ocorre porque a ovodoação utiliza óvulos de mulheres abaixo dos 35 anos com perfeita saúde e qualidade.

Consulte os resultados clínicos do grupo IVI. Nosso relatório é auditado por empresa independente para comprovar a veracidade da informação divulgada.

TECNOLOGIA

O grupo IVI é pioneiro em tecnologias de reprodução humana com foco em prestar atendimento personalizado e assim, oferecer melhores resultados. Criado em 1990 como a primeira instituição espanhola totalmente dedicada à Medicina Reprodutiva, o alto investimento em pesquisa e desenvolvimento científico levou nossa instituição a ser uma referência mundial que realiza docência universitária para especialistas de todo o mundo e conta com uma fundação que pesquisa soluções para o aprimoramento dos tratamentos de reprodução humana.

ATENDIMENTO

Estamos orgulhosos dos resultados de nossas pesquisas de satisfação que apontam que 97% dos nossos pacientes estão satisfeitos com o atendimento recebido nas clínicas IVI.
Oferecer um atendimento personalizado tanto a nível médico quanto em todas as relações estabelecidas com a equipe de colaboradores da clínica durante o tratamento é prioridade para fazer com que o processo em direção à gravidez seja seguro e tranquilo.

QUALIDADE/PREÇO

Entre em contato com nossa equipe de atendimento para obter informação de preço do tratamento de ovodoação sem compromisso. Antes de tomar uma decisão, você terá certeza dos procedimentos incluídos de forma transparente. Nas clínicas IVI você não paga mais por contar com a máxima qualidade de especialistas e tecnologia.

Doação de óvulos

A DOADORA

Estamos comprometidos em garantir a máxima compatibilidade entre doadora e receptora de óvulos. O processo doação de óvulos nas clínicas IVI segue os padrões estabelecidos pela Norma do Conselho Federal de Medicina e qualidade do grupo que internacionalmente tem um sólido programa de banco de óvulos.

Para realizar a doação de óvulo as candidatas devem:

  • Ter idade entre 18 a 35 anos
  • Histórico genético saudável
  • Normalidade do aparelho reprodutor
  • Avaliação ginecológica completa
  • Avaliação psicológica completa
  • Ausência de doenças transmissíveis

Antes de serem aceitas no programa de doação de óvulos do IVI, as candidatas submetem-se a uma avaliação clínica e psicológica completa que nos oferece uma valiosa informação relativa à sua fertilidade e seu estado completo de saúde. Além de exames ginecológicos detalhados que permitem descartar a presença de cistos, miomas, pólipos e outras alterações do aparelho reprodutor, realiza-se um estudo cromossômico (cariótipo) para prevenir anomalias genéticas. Confirma-se a ausência de doenças transmissíveis como o HIV, a hepatite, a sífilis e também o grupo sanguíneo e Rh. Adicionalmente, caso seja de interesse dos receptores, é possível realizar o teste de compatibilidade genética.
Segundo a resolução do Conselho Federal de Medicina sobre reprodução assistida, toda a doação de óvulos é anônima e voluntária, portanto não se revela a identidade de doadoras nem de receptoras. Não obstante, mantendo o sigilo médico, sempre poderá ser proporcionada informação de interesse e importância para a saúde do bebê.

PROCEDIMENTO

A mulher receptora de óvulos e futura mãe deve receber um tratamento para preparar o endométrio antes da transferência embrionária.

Doação de óvulos

Tratamento farmacológico

Para aumentar as chances de gravidez, as mulheres receptoras tomarão uma medicação que prepara o útero para o processo de implantação do embrião que será introduzido através da transferência embrionária. A medicação é importante para que o endométrio (que é o tecido que reveste a parede interna do útero) esteja receptivo e ajude o embrião no processo de nidação.

O tratamento é sincronizado a partir do momento em que se identifique a doação adequada para o caso em particular. Notificamos os pacientes com antecedência suficiente para proceder à fecundação dos óvulos.

Doação de óvulos

Preparação do esperma

O procedimento de coleta de esperma recomenda um período de abstinência sexual. Em seguida, os espermatozoides são preparados no laboratório com o objetivo de eliminar certos componentes e selecionar aqueles que sejam mais adequados para fecundar os óvulos doados. Também é possível utilizar sêmen anteriormente congelado, que seria preparado para o momento em que estão disponíveis os óvulos da doadora compatível.

Doação de óvulos

Fecundação e Transferência

A união entre espermatozoides e óvulos pode ser realizada através da técnica de Fertilização In Vitro simples ou de Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoides (ICSI). Uma vez produzida a fecundação dos óvulos, estes permanecem no laboratório de embriologia em cultivo onde são observados com relação à sua evolução ao estágio de embrião.
Baseada na evolução e qualidade dos embriões, serão selecionados aqueles viáveis para a gravidez. Para contar com informação sobre a saúde genética do embrião, além dos critérios morfológicos controlados no laboratório de embriologia é possível realizar o estudo genético dos embriões (PGS – screening genético pré-implantacional).

A quantidade de embriões a ser transferida irá respeitar a quantidade máxima recomendada pela Norma Ética de Reprodução Assistida, que estabelece de acordo com a idade da doadora de óvulos o máximo de embriões por ciclo ou ainda, é possível transferir um único embrião (SET) previamente estudado por PGS, aumentando assim as chances de uma gravidez única.

Solicite informação sem compromisso