setembro 12, 2014

IVI e ABRALE assinam parceria para projeto de Oncofertilidade

A cura do câncer tem sido uma realidade quando a doença é detectada precocemente, segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), 80% dos pacientes poderão recuperar sua vida normal após tratamento. Com esta realidade otimista surge uma preocupação que ainda não recebe a devida importância, que é o risco de perder a fertilidade durante o tratamento de quimioterapia ou radioterapia.
“Começamos a notar que algumas pessoas que passavam pela ABRALE e superaram o câncer tinham dificuldade de ter filhos”, observa Merula Steagall, presidente da ABRALE (Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia), “queremos democratizar esta informação e contar com o apoio dos oncologistas na orientação de seus pacientes homens e mulheres sobre a infertilidade após o câncer”.
“Quando uma pessoa tem câncer pensa somente em superar a doença, mas é preciso pensar na vida após o câncer, já que será a realidade para a maioria dos pacientes jovens” – explica Dra. Silvana Chedid, especialista em reprodução humana e diretora do IVI São Paulo, clínica de reprodução humana do Grupo IVI (Instituto Valenciano de Infertilidade), e completa – “Com este projeto pretendemos facilitar o acesso às pessoas que não têm condições ou mesmo não conhecem os efeitos colaterais do tratamento oncológico”.
Interessados em conhecer mais sobre o projeto devem entrar em contato com a ABRALE: 0800 773-9973 | (11) 3149-5190 ou diretamente com as clínicas IVI São Paulo: (11) 3266 7733 e IVI Salvador (71) 3014 9999.

CONTACTO DE IMPRENSA

  • Tainah Dias Machado Carvalho

DOSSIER DE IMPRENSA

Última atualização
Junio 2019

Baixar

Voltar ao topoarrow_drop_up