Baixa resposta

 

O termo baixa resposta é usado para pacientes cujos ovários não respondem bem à estimulação da gonadotrofina. Em pacientes com diagnóstico de baixa resposta, o número limitado de óvulos é considerado o principal problema na otimização das taxas de recém-nascidos. Como resultado do baixo número de óvulos obtidos, a paciente tem menos embriões para selecionar e transferir, o que reduz suas chances de engravidar em comparação com pacientes que respondem bem à estimulação ovariana.

A incidência de baixa resposta varia entre 9-24%, embora nos próximos anos seja esperado um aumento neste intervalo devido à influência da idade na capacidade de resposta ovariana, à medida que mais e mais mulheres atrasam sua maternidade.

 

Soluções

Acúmulo de óvulos

Acúmulo de óvulos

FIV Genetic PLUS

FIV Genetic PLUS

FIV Genetic Duo

 FIV Genetic Duo

Perguntas Frequentes

Embora a baixa reserva possa ser um problema quando se trata de gestação, atualmente temos diferentes soluções de tratamento que aumentam as chances de engravidar com seus próprios óvulos, como o acúmulo destes e/ ou o protocolo de dupla estimulação.

Dentre as causas conhecidas de baixa reserva ovariana, estão descritos: uso de tabaco, endometriose, cirurgias ovarianas anteriores, exposição a toxinas e tratamentos de quimioterapia e radioterapia. Além disso, às vezes há a genética familiar. Na maioria dos casos, a baixa reserva ovariana é o resultado de uma combinação de fatores ambientais e genéticos.

Clínica IVI Salvador

Clínica IVI Salvador