novembro 13, 2016

É mais difícil engravidar se tenho intolerância ao glúten?

intolerância ao glúten pode afetar a fertilidade

A maioria das pessoas já ouviu falar sobre a intolerância ao glúten ou reparou que nos rótulos dos alimentos sempre existe informação sobre conter ou não glúten. Se acreditava que existia um impacto na fertilidade dos celíacos, ou seja, que as pessoas que têm intolerância ao glúten poderiam ter uma dificuldade maior de engravidar.

Porém este mito foi derrubado por dois estudos apresentados no Congresso científico da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (ASRM2017) por pesquisadores da IVI-RMA Global, que estudaram a relação da dieta sem glúten e a intolerância ao glúten com os resultados dos tratamentos de reprodução assistida e comprovaram que em nenhum dos casos estas teorias corresponde à realidade.

Estas pesquisas são os primeiros grandes projetos de investigação científica que analisaram os resultados dos tratamentos de reprodução humana assistida em pacientes que não consomem glúten e a incidência de doença celíaca (intolerância ao glúten) em pacientes inférteis.

Sobre a relação entre a intolerância ao glúten e a fertilidade, o estudo revelou que não existe tal relação, ao contrário do que se acreditava até o momento. A investigação identificou que as taxas de sucesso dos tratamentos de reprodução assistida entre pacientes celíacos são iguais aos pacientes não portadores desta condição.

A segunda pesquisa do IVI-RMA apresentada sobre este tema, demonstrou que os pacientes que não consomem glúten obtêm uma taxa de sucesso nos tratamentos de fertilidade iguais aos que consomem glúten, comprovando que deixar de comer glúten para aumentar as chances de gravidez é um mito.

O que é intolerância ao glúten?

Por uma predisposição genética, as pessoas que têm intolerância ao glúten sofrem de uma desordem sistêmica autoimune desencadeada pela ingestão de glúten, que é o nome de uma proteína presente no trigo, centeio, aveia e no malte (um subproduto da cevada).

CEREAISPROLAMIDAS
TRIGOGLIADINA
CENTEIOSECALINA
CEVADAHORDEÍNA
AVEIAAVENINA

Fonte: FENACELBRA

A doença celíaca pode se manifestar em homens e mulheres a qualquer idade e afeta 1% da população geral.

O tratamento da doença celíaca é uma alimentação livre de glúten para o resto da vida. Com esse tratamento, todos os sintomas desaparecem. Graças a muitas campanhas de conscientização a intolerância ao glúten é cada vez mais conhecida e mais pessoas procuram o diagnóstico especializado.

Pode passar muito tempo até uma pessoa saber que é celíaca porque os sintomas podem variar muito ou inclusive não se manifestarem. Quando há sintomas, normalmente estão relacionados à digestão, dores abdominais e inclusive dermatite.

 

Equilíbrio nutricional é importante para a fertilidade

Se por um lado a dieta sem glúten é a solução para eliminar os sintomas da doença celíaca, por outro a ausência de alguns nutrientes podem afetar a fertilidade se não houver um acompanhamento nutricional adequado. Por isso, acreditava-se que ao eliminar o glúten da dieta impactava na fertilidade, quando na realidade o desequilíbrio nutricional é o fator que pode reduzir as chances de gravidez.

Como visto, ter intolerância ao glúten não se relaciona com a infertilidade, no entanto, é importante que os celíacos tenham uma dieta equilibrada.

 

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up