outubro 14, 2015

Ultrassonografia da gravidez

ultrassom gravidez

Quando a gravidez é confirmada, os momentos mais esperados são as ultrassonografias (US), onde é possível ver o desenvolvimento do bebê e confirmar com os próprios olhos que tudo está bem. Por muito que quem vai entender os detalhes é o obstetra, a emoção de perceber que este ser tão pequeno que você está alimentando dentro de você se mexe e evolui é inexplicável. Conheça aqui o que está acontecendo em cada etapa e o que é confirmado em cada ultrassonografia.

Para que serve a ultrassonografia durante a gravidez?

A ultrassonografia (US) é um exame fundamental durante o pré-natal pela quantidade de informação que pode avaliar e oferecer sobre o desenvolvimento intrauterino do bebê. Esta técnica oferece através de ondas de ultrassom imagens de órgãos e estruturas fetais, além disso, permite aos pais ver e ouvir seu bebê, o que faz deste exame um momento valioso também do ponto de vista emocional. A US é uma técnica baseada no principio do sonar dos barcos (Navegação e Determinação da Distância pelo Som), permitindo realizar uma imagem em profundidade e ver sua morfologia. A ultrassonografia é uma técnica simples que não implica radiação nem exposição e, portanto, segura para a mãe e para o bebê.

A ultrassonografia também permite avaliar o desenvolvimento anatômico do feto e baseado nessa análise, calcular a idade gestacional, estimar peso e comprovar sua posição, batimento cardíaco e inclusive detectar malformações ou patologias durante a gravidez. A estas utilidades somamos também aspectos maternos, como a localização e morfologia da placenta, presença de miomas ou alterações na quantidade de líquido amniótico.

Normalmente é realizada una ultrassonografia a cada trimestre de gravidez, mas a frequência pode variar dependendo do estado da futura mãe e seu bebê. Em média são realizados entre 3 e 4 ultrassonografias (Semanas 11-13, 20-22, 28, 32-34), porém em casos onde é detectado algum risco, o número de US aumentam em frequência para acompanhar a evolução do mesmo, podendo em ocasiões requerer um controle semanal ou quinzenal.

 

Primeira ultrassonografia de gravidez

semana 11-13

O BEBÊ mede 6 cm./pesa 14 gr.*

Permite determinar o número de embriões, se a localização é correta dentro do útero, visualizar com mais facilidade o batimento cardíaco e medir o tamanho do feto para determinar se o mesmo está dentro do esperado com relação ao tempo real da gestação. “A primeira US também é utilizada para avaliar marcadores como a cromossomopatia do primeiro trimestre, pois a informação obtida permite estimar o risco de alterações cromossômicas como a trissomia 21 (Síndrome de Down), bem como outras anomalias, fundamentalmente sobre o coração fetal. O marcador mais conhecido realizado no primeiro US é a translucência nucal.

Todos os órgãos principais do corpo como coração, estômago, fígado, pulmões do futuro bebê estão quase formados e em seu lugar, apesar de ainda não terem completado seu desenvolvimento. A cabeça já está redondeada e o seu perfil começa a ser definido. Nesta semana se formam as cordas vocais, o cérebro do bebê continua desenvolvendo e as unhas dos dedos dos pés e das mãos começam sua formação. Os rins também começarão a funcionar nesse período, e se o feto engolir líquido amniótico, ele será capaz de eliminá-lo através da urina. Os intestinos vão se instalar dentro da cavidade abdominal, já que neste momento já existirá espaço suficiente para tanto.

 

Segunda ultrassonografia de gravidez (morfológico)

semana 20-22

O BEBÊ mede 20 cm./pesa 255 gr.*

Permite confirmar que o crescimento fetal é correto, avaliar o batimento cardíaco, os movimentos do feto, sua morfologia e observar os órgãos internos. Apesar de não ser a comprovação definitiva, se existe alguma malformação, esta US permite uma investigação mais completa e detalhada que a primeira. Também é comprovado o líquido amniótico, o funcionamento da placenta e do cordão umbilical. Além disso, é provável que nessa US seja possível saber o sexo do bebê, desde que a posição que ele esteja permita ver seu genital.

Durante a segunda metade da gravidez, o peso do bebê aumentará mais de 10 vezes e seu comprimento será o dobro (passando de 25 cm a aproximadamente 50 cm). O bebê pode ouvir a partir da semana 20 da gestação, ou seja, poderá reconhecer uma música, o batimento do coração da mãe e também sua respiração. O bebê também já percebe a luz, se mexe, engole e urina… Todos os seus movimentos são reflexos e ele ainda não sente dor.

Os pulmões e o tubo digestivo do bebê estão amadurecendo. Seu cérebro conta com 30.000 neurônios e as áreas em desenvolvimento são principalmente as relacionadas com os sentidos como o gosto, olfato, audição, visão e tato. Nessa US é possível ver se o bebê tem cabelo e sua sobrancelha, além disso os membros já estão desenvolvidos.

 

Terceira ultrassonografia de gravidez

semana 32-34

O BEBÊ mede 40 cm./pesa 1 kg e meio*

Esta provavelmente será a última ultrassonografia antes do nascimento do bebê, servindo principalmente para obter informação para o planejamento do parto. Além disso, será analisado o estado do feto, seu crescimento, batimento cardíaco, movimentos e sua posição dentro do útero. Durante este período o bebê começará a adotar a posição definitiva para o nascimento. A maioria dos bebês adota a posição de cabeça para baixo para o nascimento, que é a posição natural para o parto, mas nem sempre é assim. Cada bebê adotará a posição mais cômoda considerando a morfologia do útero, a presença de miomas ou outros fatores que muitas vezes estão fora do controle exigindo que em lugar de realizar um parto normal seja necessária uma cesariana.

Na semana 32 da gravidez, tanto os pulmões, quanto o sistema digestivo estão praticamente prontos. O esqueleto se calcifica cada vez mais e a pele está mais lisa. Como o bebê nesta altura da gestação cresceu bastante, na ultrassonografia vemos apenas partes do corpo. O peso continua aumentando, principalmente porque são agregadas mais camadas de vérnix, a gordura que ajudará a regular a temperatura corporal.

 

*dados aproximados

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up