abril 15, 2014

Vasectomia e Ligadura de trompas são reversíveis?

casal em consulta com especialista em fertilidade

Sim, vasectomia e ligadura de trompas, também conhecida como laqueadura, são reversíveis, mas não em todos os casos, por isso é preciso aprofundar nesta resposta. Em ambos casos a reversão significa passar por uma nova cirurgia, por isso é importante antes de tomar a decisão, avaliar as chances de recuperação e alternativas existentes.

Vasectomia: Na maioria das vezes a cirurgia para reversão da vasectomia é possível, mas nem sempre se restabelece a fertilidade dos canais. Isso acontece porque ao longo dos anos o vasectomizado começa a produzir anticorpos antiespermatozoides, principalmente depois de 10 anos de vasectomia.

Se a reversão da vasectomia for impossível ou se houver produção de anticorpos, a opção para o casal é a técnica de microinjeção intracitoplasmática de espermatozoide (ICSI).

Os espermatozoides necessários para a técnica ICSI devem ser obtidos através de uma amostra de espermatozoides congelada antes da vasectomia, caso tenham realizado esta medida preventiva, ou através de espermatozoides adquiridos posteriormente por punção testicular.

Ligadura de trompas ou laqueadura: A reversão da ligadura é possível dependendo da porção da trompa em que a cirurgia foi feita e das técnicas usadas. Se a trompa tiver sido cortada na sua porção ístmica (do meio), a reversão geralmente é possível. No entanto, se a cisão foi feita na porção terminal da trompa (fímbrias), a reversão em geral não é possível porque a trompa acaba ficando muito curta. Também é importante os resultados do estudo da saúde ovariana, estimando o tempo necessário de recuperação pós-cirúrgica, já que não é possível engravidar imediatamente após a cirurgia. Portanto, o tempo de recuperação não pode colocar a fertilidade natural em risco

Caso não haja possibilidade de reversão da laqueadura de trompas, a opção para a mulher engravidar novamente é a fertilização in vitro. (FIV)

As técnicas de reprodução assistida como alternativas às cirurgias de reversão podem ter melhores taxas de êxito ou também ser uma opção mais viável se o tempo de recuperação da cirurgia possa comprometer as possibilidades de gravidez, por exemplo, dependendo da reserva ovariana da mulher.  A melhor solução a cada caso deve ser avaliada individualmente, por isso aconselhamos consultar um especialista antes de tomar decisões.

Solicite a sua primeira consulta:

18 Comentários

  • magda cardeal do prado says:

    eu fiz ligadura e fiquei arrependida por isso ,mas breve vou conseguir ( fertilização,em vitro(fiv) estou no aguardo .com fé.

  • Daniella maciel says:

    Como faço pra ir até vcs?

  • kelly says:

    Ola…Meu marido tem 39 anos e fez vasectomia ha 5 anos mais ou menos…ee eu tenho 29 anos e nunca tive filhos …sera q e possivel uma gravidez? Obrigada aguardo a resposta.

  • Denilma Montenegro says:

    Meu esposo fez vasectomia a mais de 20 anos e queremos ter outro filho. eu tenho 34 anos e tenho uma filha. gostaria de saber se existe a possibilidade de ter filhos mesmo com tanto tempo de vasectomia?

    • Blog.BR says:

      Olá Denilda, após muitos anos de vasectomia é mais difícil a recuperação, mas pode acontecer. Antes de optar pela reversão ou tratamento para extrair os espermatozoides diretamente dos testículos para o tratamento de Fertilização in Vitro, seu esposo deve consultar um urologista especialista em reprodução humana.
      boa sorte e estamos à disposição

  • fernaanda says:

    e vdd que a trompa cresce de novo

  • Cintia fortunato says:

    Como faço pra saber se as minhas trompas foram cortadas ou amarradas??

  • joselia says:

    Ola eu fiz ligadura e fiquei arrependida pois não me adei com a cirurgia pois sinto muitas dores e muito sacramento após menstruar pois gostaria muito de fazer a cirurgia Pra desligar será posicivel eu conseguirá pois não sei como foi o procedimento da ligação.

    • Blog.BR says:

      Olá, É preciso consultar um especialista para solucionar estas dores e sangramentos que podem estar ligadas à cirurgia e se religar realmente poderia ser uma alternativa no seu caso.

  • Viviane says:

    Olá. Fiz laqueadura por essure a quase 3 anos. Na época meu segundo filho tinha 7 meses.
    Me arrependi muito e gostaria de saber se existe possibilidade de só com medicamentos desobstruir as trompas. Pois nesse tipo de laqueadura é colocado 1 staint em cada trompra e o organismo envolve o staint obstruindo a trompa.

  • CLEIRTON NUNES says:

    Boa noite. Me tira uma dúvida: a possibilidade de fertilização in vitro citada, ela ocorre com óvulos da mesma mulher que fez a laqueadura, ou é necessário receber doação de óvulos para realizar esse procedimento?

    • Tainah says:

      Olá, tudo bem? Se os óvulos próprios estiverem em boa qualidade, realizamos sim. Mas só o médico pode indicar o tratamento mais adequado para cada mulher/casal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up