novembro 4, 2015

Dificuldade de engravidar novamente

Gestante após superar a infertilidade secundária

Muita gente está de acordo que quando uma pessoa tem um filho significa que é fértil. Verdade? Mas nem sempre é assim. No entanto esta certeza faz com que muitos casais após ter o primeiro filho, se sintam mais tranquilos com relação a esperar mais para planejar o segundo filho, o que tem como consequência que não são raros os problemas para engravidar novamente, principalmente quando o primeiro chega após os 35 anos da mulher.

Após um ano de tentativas de engravidar novamente sem êxito é possível que o casal esteja diante de um quadro de infertilidade secundária.

O que é infertilidade secundária?

A infertilidade secundária pode ter causas similares às de infertilidade primária. A idade avançada da mulher é o principal fator, mas outras questões ligadas a patologias ou disfunções que surgiram após a primeira gravidez ou se desenvolveram ao longo dos anos sem interferir na primeira gravidez, podem ser:

Obesidade de um ou ambos membros do casal. Engordar costuma ser mais fácil com o passar dos anos, por isso é preciso estar alerta, alimentar-se bem e evitar o sedentarismo.

Fumar: Tanto o homem quanto a mulher podem ter a fertilidade afetada de forma gradativa com o cigarro, por isso o cigarro pode gerar dificuldade na segunda ou terceira gravidez, mas não na primeira.

Infecções: Ambos podem ter infecções que quando não tratadas afetam a fertilidade.

Endometriose: A probabilidade é da endometriose evoluir de forma positiva após a primeira gravidez, no entanto, também é possível que a patologia continue avançando e comprometa as chances de engravidar novamente.

Hipertensão: Como já comentado em post anterior, a hipertensão está indiretamente relacionada à infertilidade do homem e da mulher através dos hábitos ou doenças associadas a ela ou ao seu tratamento.

Como tratar a infertilidade secundária

O tratamento não está relacionado ao fato da infertilidade ser secundária ou primária, mas sim com o que causa a dificuldade de conseguir a gravidez. Cada caso deve ser estudado individualmente. O importante é não esperar muito tempo para procurar tratamento.

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up