março 4, 2014

O que é endometriose?

A endometriose é o nome da doença que atinge a mais de 6 milhões de brasileiras e deriva da palavra endométrio, que é o tecido que reveste o útero no seu interior, e que se descama todos os meses com a menstruação. A endometriose consiste na presença do tecido endometrial fora da sua localização habitual, que é dentro do útero. A sua localização mais frequente é nos ovários, nas trompas de Falópio, nos ligamentos que sustentam o útero e no revestimento da cavidade pélvica ou abdominal. É um tecido sensível às oscilações hormonais durante o ciclo menstrual, e daí os sintomas que produz. No entanto, algumas pacientes podem não ter sintomas. As consequências mais frequentes são dor e infertilidade.

Existe uma ampla relação entre a endometriose, cuja prevalência é 10% das mulheres, e a esterilidade. Dados apontam que 35% das mulheres estéreis apresentam endometriose.

 A dor pode ocorrer exclusivamente no período menstrual, mas também pode haver sintomas gastrointestinais ou urinários se estes implantes de endometriose invadirem outras estruturas, como o intestino, a bexiga ou o reto. A infertilidade feminina relacionada com a endometriose pode derivar das alterações que ocorrem na anatomia pélvica destas pacientes como obstrução das trompas ou formação de cistos ovarianos de endometriose que, em alguns casos, necessitam de cirurgia, com a possível perda de tecido ovariano e risco de diminuição da fertilidade. Existem tratamentos, tanto médicos como cirúrgicos, e em muitos casos a obtenção de uma gravidez pode travar ou melhorar a evolução da doença.

 Nossos especialistas esclarecem que nem sempre a endometriose está ligada à infertilidade, principalmente nos casos leves e que muitas mulheres com endometriose podem engravidar, seja de maneira natural ou mediante técnicas de reprodução Humana. De fato, 90% das mulheres com endometriose poderão engravidar de uma ou outra forma.

 A partir da suspeita de endometriose pela clínica da paciente ou imagem cística característica à ultrassonografia, pode ser solicitada ressonância magnética ou ultrassonografia específica para a investigação de endometriose. Porém, o diagnóstico preciso é realizado pela visualização direta das lesões através da Laparoscopia.

Solicite a sua primeira consulta:

1 comentário

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Voltar ao topoarrow_drop_up