março 19, 2019

Laboratório moderno e normas internacionais são determinantes nos tratamentos de reprodução humana

Durante o processo de fecundação, o embrião encontra no útero condições ideais para seu desenvolvimento. Recriar este cenário em ambiente externo é o desafio dos laboratórios de reprodução humana. Para tanto, é preciso investir em tecnologia, qualificação da equipe, e seguir normas de padrão internacional, determinadas a partir de estudos reconhecidos.
“Temperatura específica, ausência de luminosidade e cheiros, controle de fungos e bactérias, e estabilização do PH, são alguns dos parâmetros que reproduzimos em nosso laboratório. Trabalhamos com a premissa de que a natureza é sábia, e buscamos reproduzir as condições que o embrião encontraria em ambiente uterino, reduzindo interferências e minimizando chances de insucesso”, explica, Dra. Genvieve Coelho, diretora médica do IVI Salvador, especialista em reprodução humana, com mais de 10 anos de experiência.

Para ter acesso à modernidade é preciso sair do Brasil?

O Instituto Valenciano de Infertilidade (IVI) é um dos maiores grupos do segmento no mundo, presente em 11 países, com mais de 65 clínicas.
A unidade do IVI em Salvador é a única representante do instituto no país, e, assim como as demais, segue o padrão de qualidade exigida pela comunidade internacional. “Adotamos normas e técnicas reconhecidas nos Estados Unidos e na Europa. Os brasileiros não precisam sair do seu país para terem acesso à modernização dos procedimentos, isso é ótimo, pois, além de reduzir os custos, torna o processo menos desgastante para o casal’, explica Dra. Genevieve Coelho, diretora médica do IVI Salvador, com mais de 10 anos de experiência.

Além destes aspectos, a modernização de equipamentos e técnicas possibilitam o controle de outras questões

Através da modernização dos processos é possível também, reduzir chance de gravidez gemelar indesejada, aumentar controle sob seleção de embriões mais saudáveis, com menor possibilidade de sofrerem mutações genéticas, diminuir índice de abortamento relacionados à qualidade do embrião e fecundação, dentre outras vantagens.

De que forma a inovação contribui para a investigação de doenças raras?

A evolução constante dos tratamentos de reprodução humana possibilita aos casais benefícios que superam aspectos relacionados à infertilidade. A realização de testes seguros e modernos, por exemplo, viabilizam a investigação prévia de 600 doenças, entre elas, patologias raras, que poderiam acometer os bebês. A análise é realizada, basicamente, através da avaliação dos pais biológicos e indica qual a probabilidade do feto desenvolver as doenças, e, conseqüentemente, possibilita a seleção de embriões mais saudáveis, eliminando a chance destes apresentarem os problemas.

Por este motivo, a busca por tratamentos de reprodução humana é indicada até mesmo para casais que não apresentam fatores de infertilidade, mas que desejam interromper um histórico de alguma doença existente na família. “É interessante considerar esta opção em casais com parentesco próximos entre eles, por exemplo, assim como em famílias com casos de anemia falciforme e hemofilia. Através dos testes, cruzamos as informações coletadas a partir dos pais biológicos, e retiramos do processo de fertilização àqueles embriões com probabilidade de desenvolverem a patologia em questão”, explica Dr. Genevieve Coelho.

Procedimentos em laboratório são feitos por equipe especializada

Tratamentos de reprodução humana envolvem diversos profissionais. O médico atua em contato direto com os pacientes e realiza procedimentos em ambulatórios, mas, quando o assunto é laboratório e manipulação dos materiais genéticos, entram em ação outros especialistas, como biólogos, embriologistas, e biomédicos.
É fundamental que estes passem por constante atualização e estudo. No grupo IVI, as equipes compartilham experiência e participam de cursos e vivências possibilitados pela rede, que visa igualar o nível de conhecimento de todos os profissionais que compõem todas as duas unidades. Constantemente, a equipe do IVI Salvador viaja até a Espanha para aprimorar os conhecimentos e compartilhar informações do Brasil.

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up