maio 30, 2016

Nasce o primeiro bebê gerado com nova técnica de reprodução humana no IVI

Imagem de US de bebê e dispositivo de nova técnica de reprodução humana

Existe uma nova técnica de reprodução humana assistida que está sendo disponibilizada em poucas clínicas de fertilidade do mundo. A técnica chamada “Anevivo” permite a fecundação e desenvolvimento inicial do embrião no útero, no lugar de no laboratório, que é como acontece no tratamento de Fertilização in Vitro. Graças à sua utilização na clínica IVI Bilbao, nasceu o primeiro bebê da Espanha gerado por essa técnica de fecundação natural.

A nova técnica de fecundação natural Anevivo foi desenvolvida pela empresa Suíça Anecova e selecionada como tecnologia pioneira em 2008 pelo Fórum Econômico Mundial. Para conseguir a gravidez, o tratamento consiste na introdução dos óvulos e espermatozoides unidos em um dispositivo intrauterino, semelhante a uma cápsula, para que a fecundação e posterior desenvolvimento embrionário aconteça dentro do útero, no lugar de ocorrer numa incubadora onde o embrião é observado diariamente pelo embriologista.

Após o período de cultivo embrionário, que aconteceria no laboratório no caso da Fertilização in Vitro, o dispositivo é retirado para a seleção dos melhores embriões ou embrião e devolvido ao útero materno para conseguir a gravidez.

Este método permite que o embrião seja fecundado e se desenvolva desde suas primeiras horas no seu meio ambiente natural com as mesmas condições de luz, temperatura e nutrientes que teria se tivesse sido concebido de forma espontânea. Algo importante do ponto de vista psicológico, pois consegue que os pais se sintam mais próximos durante todo o processo de reprodução assistida.

Dra. Genevieve Coelho, diretora clínica do IVI Salvador explica que o dispositivo, através de uma membrana porosa, facilita a interação entre embriões e entorno materno de um modo mais fisiológico. “Os resultados do Anevivo foram validados no IVI Bilbao e ali este tratamento já está sendo oferecido aos nossos pacientes, porém no Brasil ainda não temos uma data para trazer esta nova tecnologia” comenta Dra. Genevieve.

O período de cultivo embrionário no laboratório para os tratamentos de Fertilização in Vitro dura no máximo 6 dias, onde as condições uterinas são simuladas por uma incubadora especial.

Acesse nosso post sobre o dia a dia do embrião para saber o que acontece durante os primeiros dias de desenvolvimento do embrião e também o que ocorre nos primeiros dias em que o embrião é implantado no útero materno.

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up