fevereiro 5, 2015

Teste de gravidez, entendendo o Beta hCG

Em primeiro lugar vamos definir o que é o beta-hCG ou BhCG. Se trata de um hormônio produzido pelo embrião cujo nome é gonadotrofina coriônica humana, esse hormônio chega ao sangue da mãe através da placenta sendo o primeiro sinal que pode ser identificado para confirmar a gravidez. O teste de gravidez para detectar o Beta hCG pode ser realizado por meio da urina (o típico teste de farmácia) ou pelo sangue da mulher.

Que valores do Beta hCG indicam que estou grávida?
Os valores obtidos dependem do momento de sua realização. Nos casos de gravidez através de tratamento de reprodução humana o casal sabe a data exata da chegada do embrião no útero materno, nestes casos um valor a partir de 25 mUI/ml indica positivo em gravidez em aproximadamente 13 dias. Caso os valores sejam muito elevados podem indicar uma gestação de gêmeos.

Os níveis de BhCG dobram a cada 2 ou 3 dias nas primeiras semanas de gestação. Quando o ritmo de elevação do hormônio for baixo durante os primeiros 30 dias é possível que exista alguma situação de risco na gestação, algo que o médico vai analisar de perto.

Qual a diferença do teste de gravidez de farmácia e o exame de sangue na hora de confirmar a gravidez?

A diferença é que um deles é qualitativo e o outro é quantitativo. O teste de farmácia geralmente é qualitativo, ou seja, apenas diz se há ou não gonadotrofina coriônica humana em valores relevantes circulando no sangue na mãe. São casos onde normalmente é utilizada a urina como fonte para pesquisa, dando como resultado positivo ou negativo. Já o exame quantitativo dará valores exatos e normalmente são realizados a partir de uma amostra de sangue.

O que é um falso negativo?

Pode acontecer quando o teste é feito de forma precoce e ainda não se detecta a presença do hormônio no corpo.

O que é um falso positivo?

Uma razão pode ser em caso de morte fetal logo após implantação do embrião no útero. Abortos muito precoces podem passar sem serem notados, pois o embrião ainda é microscópico.

Betaespera

O período entre a inseminação artificial ou a transferência de embriões em tratamentos de fertilização in Vitro e o resultado do teste de gravidez é conhecido pelas pacientes de reprodução assistida como Betaespera.

A Betaespera dura entre 10 e 14 dias e costuma ser o momento de maior ansiedade para o casal por ser a reta final do tratamento.  Durante o período de betaespera é preciso tentar manter a tranquilidade onde o casal deve permanecer unido. Com relação ao ritmo de vida, pode ser vivido normalmente sem exageros e evitando estimulantes como o café para evitar o aumento do stress.

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up