novembro 4, 2020

“A melhor decisão” é o guia que vai te ajudar com a maternidade independente

Comitê Editorial IVI Salvador

Ser mãe é um sonho presente na vida de muitas mulheres. E, os avanços na sociedade e na medicina permitem que a maternidade independente seja a alternativa para a realização desse sonho. Mas antes era preciso seguir o modelo ideal que a sociedade exigia. Casar e ter uma figura masculina para realizar o sonho da maternidade.

Por muito tempo, ser mãe “sozinha” era visto com preconceito. A mulher que não tinha um núcleo familiar era sempre vista como a “solteirona”. Mas os tempos atuais trazem uma mulher cada dia mais decidida. As mulheres de hoje seguem suas carreiras e comandam suas vidas. Elas estudam e ocupam altos cargos em grandes empresas. Definem seus objetivos e escolhem seu futuro.

Também é assim na vida pessoal. O sonho da maternidade agora pode existir com todos os outros projetos dessa mulher moderna. Se preferir estar no mercado de trabalho até se estabilizar, a mulher já tem a opção na medicina reprodutiva, congelar seus óvulos para dar seguimento ao plano de ser mãe no momento em que queira. E se essa mulher agora quiser, por opção, ser mãe independente, ela já não depende de um homem para que seu sonho se realize.

A realização da maternidade independente

Para essas mulheres modernas, antenadas e que vivem sua vida independentemente da opinião de terceiros; para as que não querem esperar o príncipe encantado em um prazo específico; os bancos de sêmen são a solução.

O banco de sêmen funciona de forma semelhante a um banco de sangue. Voluntários que passam por uma bateria de exames, análises e anamneses. Depois de devidamente liberados, fazem a doação dos gametas em condição adequada para fecundação (qualidade e quantidade). Armazena-se esse sêmen através de congelamento.

Para mulheres que durante a vida inteira idealizaram ser mães, tendo na maternidade a plenitude de sua vida, essa é a solução ideal. Sem nenhum tipo de contato ou identificação com o doador. Através de regulamentações legais que a protegem inclusive – essa mulher segue seu projeto da maternidade.

Como funciona o banco de sêmen e quem pode usar

Tendo a certeza de que o desejo por ser mãe é algo forte, a mulher passa por exames com médicos especialistas em reprodução assistida. Eles buscam no banco de sêmen, doadores com características semelhantes e compatíveis às da futura mãe. Assim, há uma maior garantia de que a criança chegará ao mundo bastante parecida com ela.

Após os exames e identificação do material a ser doado, o especialista determina o melhor tratamento a ser seguido. Normalmente é realizada uma inseminação artificial. E em alguns casos, a fertilização in vitro. Tudo vai depender da idade da mulher, de fatores de saúde, patologias, entre outros.

É sempre importante lembrar que o banco de sêmen é uma alternativa viável não apenas para mulheres que querem ser mães independentes. Hoje ele pode ser utilizado por casais onde o homem tem infertilidade (e a doação também funcionará para a realização do sonho do casal) ou ainda para casos de casais homo afetivos, onde duas mulheres podem – através do método ROPA, adquirir o banco de sêmen.

As taxas de sucesso de tratamentos de reprodução humana assistida

Alcançar a tão sonhada maternidade é uma tarefa cada dia vista como “mais fácil”. Isso inclui o caso das mulheres que sonham com a maternidade. Devido à constante evolução da medicina reprodutiva, as taxas de sucesso nos procedimentos só crescem ano após ano. Um levantamento realizado pelo Grupo IVI mostra os bons resultados que foram obtidos no IVI Salvador, por exemplo.

Os dados mais recentes são de um estudo que realizou-se entre 2018 e 2019. Ele aponta que a eficácia nos tratamentos utilizando óvulos próprios foi de 40,29% no primeiro tratamento, 58,2% no segundo e 69,73% no terceiro. Também são crescentes os resultados com ovodoação. Que é quando a mulher tem algum tipo de infertilidade e necessita da doação de óvulos para dar prosseguimento ao tratamento.

Um fator que, sem dúvidas, colabora para a efetividade dos bons resultados é a segurança que os procedimentos oferecem. No laboratório de fertilização in vitro da clínica IVI Salvador, o protocolo de dupla checagem de materiais assegura que seja nula a possibilidade de erros durante qualquer etapa do processo. Além disso, o laboratório segue os mesmos padrões das clínicas da Espanha.

Os avanços da sociedade diante da maternidade independente

O que durante muito tempo já foi visto de forma preconceituosa, hoje é motivo de orgulho, destaque e de evidencia da força da mulher na nossa sociedade. A mãe independente por opção mostra sua personalidade, segue sua vida do modo que pretende, opta por educar e transpor aos filhos, seus princípios.

A maior parte dos casos são mulheres que estão em ascensão em suas carreiras. Que se dedicaram por anos aos estudos e a vida profissional, e conseguiram escrever sua história em um mercado de trabalho ainda tão marcado pelo machismo.

Essas mulheres transpiram força. E hoje contam com o apoio de uma sociedade menos preconceituosa. Além de mais espaço para debate e para trocas de experiências sobre o assunto, essas mulheres ganharam visibilidade. Ser mãe independente por opção, num país onde por tanto tempo os homens abandonaram as suas famílias, é sinônimo de força, resiliência e amor.

Pensando nisso, a clínica IVI lança o guia “A melhor decisão”. O guia traz orientações e apoio para essas mulheres que querem realizar a maternidade independente.

Você pode baixar gratuitamente aqui.

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up