outubro 24, 2021

Quais os primeiros sintomas da gravidez?

Comitê Editorial IVI Salvador

Os primeiros sintomas da gravidez e a confirmação dela é um dos momentos mais festejados da vida de uma mulher.

Com as expectativas e mudanças, é normal que o corpo feminino apresente diversas alterações após a fecundação.

É comum que as mulheres cheguem à idade adulta conhecendo os primeiros sintomas da gravidez. As tentantes, então, muitas vezes não só sabem, como estão sempre de olho para ver se eles aparecem no próximo ciclo.

Mas você sabia que alguns sintomas podem aparecer logo nos primeiros dias de gravidez?

“Durante a gestação, acontecem muitas mudanças no corpo feminino. Estas mudanças, inclusive, são o primeiro alerta de que um bebê pode estar a caminho. Porém, os primeiros sintomas da gravidez podem ser tão sutis que somente algumas mulheres conseguem percebê-los. Mas acontece também deles passarem despercebidos”, explica o médico do IVI Salvador, Dr. Agnaldo Viana.

Com o avançar da gestação é que mais sintomas irão aparecer, por conta, principalmente, do desenvolvimento do bebê no útero. Conhecer quais são os primeiros sintomas que podem aparecer é uma ótima forma de ajudar a mulher a ficar mais atenta ao próprio corpo. E, conseguir identificar uma possível gravidez mais rapidamente.

Os primeiros sinais

Eles vão chegando aos poucos. Os primeiros sintomas surgem ao longo nas primeiras quatro semanas de gestação, de forma bem leve. E devem ser levados em consideração especialmente após o atraso da menstruação. Para acabar com as dúvidas, vamos aprender a identificar os principais sintomas da gravidez.

Os sinais de uma gestação são aqueles que podemos ver. Já os sintomas, são os que podem ser sentidos pela própria mulher. “Eles podem surgir nas primeiras semanas após a concepção. Mesmo sutis, existem mulheres que conhecem muito o seu próprio corpo e notam qualquer ligeira alteração. Mas também existem aquelas que não conseguem identificar tão de pronto, porque como sempre dizemos no consultório, cada organismo reage de uma forma distinta”, completa o especialista.

A sensação de inchaço e até de cólicas podem ser sentidas no início. Confundindo inclusive, com sintomas da TPM ou daquela sensação de quando a menstruação está para chegar.

Após a nidação…

Quando acontece a nidação e o embrião se implanta na parede uterina, a mulher pode apresentar algumas queixas inespecíficas. Entre elas estão: cólica abdominal, sensibilidade nas mamas, aumento da libido e alterações no muco vaginal. 

Nos primeiros dias de gravidez, a temperatura do corpo também pode ficar alterada. Normalmente, a mulher se sente mais quente, principalmente no rosto, nas mãos e nos pés. Algumas chegam a ter temperatura febril no início da gestação. Isso se deve ao aumento da progesterona produzida pelo corpo e induzida pelo corpo lúteo do começo.

Porém, o mais comum, são os primeiros sintomas da gravidez surgirem entre a quinta e a sexta semana da gestação. “Neste período, muitas mulheres apresentam a sensação de mamas aumentadas, doloridas e até as temidas náuseas. Ou seja, alterações hormonais típicas do período, esclarece o médico.

A partir daí, uma série de alterações começam a acontecer. Ocorre o atraso menstrual. Náuseas, azias, enjoos e vômitos podem começar a surgir. Assim como alterações no paladar e aversão a fortes odores.

A mulher se sente mais sonolenta, frequentemente cansada e com leves alterações de humor, que podem ocorrer de forma repentina.

Mais sintomas da gravidez

Outros sinais que uma gravidez recente pode apresentar são as cólicas bem parecidas com as do período menstrual, ou dores no pé da barriga. E isso explica porque muitas mulheres se sentem inchadas.

Outro sintoma muito comum dos primeiros dias de gravidez é o aumento da frequência urinária. Isso acontece justamente por conta do aumento do útero e do endométrio, o que consequentemente faz crescer a pressão sobre a bexiga. Assim, a sensação de vontade de urinar o tempo todo pode acontecer. Até mesmo antes do atraso da menstruação.

Algumas mulheres apresentam como um dos primeiros sintomas da gravidez um aumento ou aparecimento de espinhas. Essas espinhas são hormonais, devido a toda a transformação interna que está acontecendo em seu corpo. Assim como as tonturas devido ao aumento da progesterona ou as famosas variações do humor.

Ou seja, chorar, até com comercial de margarina; ou com uma música que lembre algo que deixou saudades; é mais do que normal! A grávida se torna uma manteiga derretida, e isso desde os primeiros dias de gestação!

“Antes do atraso da menstruação, a mulher pode sentir um sintoma específico ou vários destes sintomas juntos. E deve ficar atenta a falsos sinais de gravidez. Os primeiros dias da gestação podem fazer com que a paciente se confunda em relação aos sintomas de TPM e gravidez. Especialmente se essa mulher já vem tentando engravidar há bastante tempo e criou essa ansiedade e expectativa”, acrescenta Dr. Agnaldo.

Como confirmar uma gravidez já nos primeiros dias

A melhor forma de fazer o diagnóstico de uma gravidez é pela dosagem do beta HCG (hormônio produzido pela gestação) no sangue ou na urina. Os testes de sangue positivam em torno de 10 dias após a fecundação. O que significa aproximadamente cinco dias antes do atraso menstrual, em ciclos regulares de 28 dias.

Existem vários tipos de testes de urina, os mais sensíveis positivam até um dia antes do atraso menstrual, mas alguns precisam de 2 a 5 dias de atraso para mostrar o resultado positivo.

Vale lembrar que em cada mulher e em cada gravidez os sintomas vão se manifestar de diferentes maneiras. O mais importante é ficar atenta aos indícios do corpo e aprender a identificar o que pode estar acontecendo.

Após a confirmação da gravidez é necessário procurar um médico obstetra para iniciar o pré-natal o mais cedo possível. O acompanhamento da gravidez por parte do médico especialista é muito importante, tanto para a saúde da mãe, quanto para a saúde do bebê.

Sintomas da gravidez por reprodução assistida

No caso de mulheres que engravidam através de tratamentos de reprodução assistida, depois que ocorre a implantação do embrião no útero, a gestação não se difere da natural. Desse modo, os sintomas serão os mesmos tanto para um caso quanto para outro.

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up