janeiro 30, 2020

Sangramento de implantação: entenda o que é e quais as causas

Comitê Editorial IVI Salvador

No início da gestação, podem acontecer alguns sangramentos pequenos, que normalmente geram muitas dúvidas nas mulheres. Esse pequeno sangramento pode ser a implantação. Além de dúvidas, trazem também sentimentos como angustia e apreensão, já que é um momento de muita expectativa. Mulheres que realizaram tratamento de infertilidade, como a fertilização in vitro (FIV), também estão incluídas nesse grupo.

Estima-se que entre 20 e 40% das gestantes apresentam pelo menos um caso de sangramento vaginal no primeiro trimestre de gravidez. Casais que realizam tratamentos de infertilidade, estão entre os que mais possuem dúvidas sobre o tema. Como eles já vêm de um longo processo de tentativas de gerar um filho, os receios podem ser muitos.

Em muitos desses casos, entretanto, o sangramento não está relacionado a problemas com o feto ou para a gestante. Mas, o mais sensato, é procurar o obstetra que faz acompanhamento, e/ou o especialista em reprodução humana.

O que é o sangramento de implantação?

O momento inicial de toda a gestação é quando é feita a implantação do óvulo fecundado (zigoto) na parede uterina da mulher. Esse procedimento se chama nidação. E dependendo do organismo da mulher que o recebe, ele pode não passar despercebido.

Assim que acontece a fertilização, enquanto se inicia a divisão celular, o ovo desce em direção ao útero. As trompas, que antes ajudaram os espermatozoides a alcançar o óvulo, agora tem o papel de “empurrar” cuidadosamente o ovo, auxiliando na sua descida.

Durante esse percurso, a contração das trompas pode causar algum desconforto e a sensação de cólicas. Contudo, esses tipos de sintomas podem variar de mulher para mulher. Mulheres mais sensíveis aos sinais do próprio corpo podem reconhecer os sintomas com certa facilidade.

Outras precisam entender no que devem prestar atenção. Após a fecundação do óvulo e durante a ovulação, o nível de progesterona sobe e, pode produzir sintomas bem parecidos com os da gravidez.

Mas esses sinais ainda não são os que caracterizam a gravidez, e sim, sintomas da nidação. Eles deixam claro que alguma coisa diferente está acontecendo no corpo da mulher. E, entre os sintomas, está o sangramento de implantação.

O sangramento de implantação não é muito freqüente e, quando aparece, geralmente é confundido com a menstruação. Esse sangramento é basicamente uma perda de sangue que aparece, em algumas mulheres, quando o embrião é implantado no útero.

Atenção ao tipo de sangramento

Vale ressaltar que nem todo sangramento pouco e marrom é de implantação. Por isso é necessário ficar atenta. O sangramento considerado de nidação é somente aquele acontece após a confirmação da gravidez. Geralmente esse sangramento acontece apenas durante os primeiros 10 dias.

Deve durar entre um e três dias, embora em alguns casos a duração possa ser maior. Mas ele deve logo desaparecer por completo. O sangramento do implante pode também confundir as datas que seu médico pode lhe dar para a data de nascimento estimada, com base no primeiro dia do seu último período menstrual.

A diferença entre o sangramento de implantação e a menstruação

É extremamente fácil confundir o sangramento de implantação por uma menstruação precoce. Os indícios são muito semelhantes, mas conhecendo os detalhes de cada um, dá para saber a diferença. É necessário ficar atenta a cada detalhe.

Na verdade, a principal diferença entre a menstruação e um sangramento de implantação é o tempo de duração. Outras características, como a cor da perda de sangue e o peso do fluxo sanguíneo também ajudam a discernir.

Normalmente a menstruação dura entre quatro e sete dias. Ela desce mais pesada. Com um fluxo consistente de sangue e escurecido, em tom de vermelho.

Importante ainda observar se o fluxo de sangue não tem coágulos. Como é mais freqüente que o sangue da implantação não seja muito intenso (provavelmente, apenas pontinhos de sangue na calcinha surgirão, sem uma grande hemorragia). Quando ocorrer nidação, não haverá coágulos ou amontoados de sangue.

O sangramento de implantação geralmente começa como marrom ou rosa e permanece extremamente leve. O pouco de sangue que é expulso durante esse curto período de tempo, costuma ter a cor marrom. Ele sai em formato de manchas, diferente do fluxo menstrual.

Existe perigo quando ocorre o sangramento de implantação?

Durante o procedimento de implantação do óvulo fecundado no útero, ele está muito irrigado. Por isso, é que pode haver o rompimento de alguns vasos sanguíneos, resultando no sangramento de implantação.

Assim, quando o embrião se prende na parede interna do útero, algumas veias e artérias que se conectam com o endométrio podem romper, gerando a perda de sangue.

Mas o rompimento desses vasos nada tem a ver com a gravidez em si. Também não existe uma relação direta entre o sangramento por implantação com o aborto ou gravidez ectópica.

Apesar de ser algo normal, para evitar qualquer risco e constatar que se trata da implantação, é recomendável consultar o ginecologista e mantê-lo informado para descartar qualquer risco para a gravidez.

Algumas mulheres sentem ainda outros sintomas durante os dias de sangramento. Entre os mais comuns estão enjoos e vômitos em alguns casos; e em determinados horários. Cheiros e alguns alimentos podem despertar os enjoos também.

Um cansaço exagerado também é comum, além de dores fracas no baixo ventre; aquela sensação de dor na parte inferior do abdômen. Seios sensíveis, maiores e doloridos, além de uma vontade de urinar com mais frequência também podem ocorrer. Completam a relação, tontura e mudanças de humor, como sensibilidade exacerbada e irritabilidade repentina.

Mas vale ressaltar que cada gravidez é única. Não existe um padrão fixo com relação a sangrar ou não sangrar no período de nidação. E nem em relação aos possíveis sintomas associados. Pode acontecer para uma mesma mulher apenas em uma de suas gestações, em nenhuma ou em todas.

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up