junho 16, 2015

Tempo certo para congelar óvulos

Tempo ideal para congelar óvulos

Estamos no mês de conscientização sobre a infertilidade. Queremos que todas as mulheres saibam que através da avaliação da fertilidade elas podem acompanhar sua saúde reprodutiva e queremos também informar que se você pensa adiar seus planos de gravidez, você pode prevenir os danos do tempo na qualidade dos seus óvulos. A Julia tomou essa decisão e compartilhou sua história com a gente:

Julia, de 31 anos, é carioca que mudou para São Paulo aos 11 anos e a partir dos 22 foi viver em Londres. Teve a sorte de sua ginecologista, a Dra. Silvana Chedid, ser também uma especialista em reprodução humana assistida, e por isso tinha acesso a informação extra sobre a fertilidade na sala de espera do consultório através de folhetos “não que a Dra. Silvana puxasse esse assunto”, comenta ela.

Aproveitando suas viagens ao Brasil, Julia fazia as revisões ginecológicas periódicas, foi então quando perguntou especificamente sobre o congelamento de óvulos, pois já tinha pesquisado bastante por internet e estava bem decidida: “queria ter certeza de quanto “trabalho” era congelar óvulos passando pelo processo de preservação da fertilidade”.

A vitrificação de óvulos é um processo de congelamento rápido feito por nitrogênio líquido a uma temperatura de -196º que mantêm a qualidade dos óvulos do momento em que os mesmos são congelados por tempo indeterminado. “Para obter o máximo número de óvulos, a mulher passa por um período de estimulação ovariana que dura em torno a 10 dias”, explica Dra. Silvana, “durante o período é necessário aplicar medicamentos diariamente e acompanhar através de ultrassonografia a evolução dos folículos até um estágio próximo à maturação dos óvulos, então induzimos o amadurecimento e aspiramos os óvulos maduros para preservá-los”.

Congelar óvulos aos 31 anos é o momento ideal, pois a partir dos 35, apesar de fisicamente a mulher ser jovem, sua saúde reprodutiva já está em queda.

“Fiquei feliz com minha decisão, pois me deu essa vantagem que têm os homens de não precisar se estressar demais com o tempo”, afirma Julia, “por não ter muito tempo, fiz somente um ciclo de congelamento, mas entendi que se fizesse mais de um ciclo podia aumentar ainda mais as chances.” Pode ser que a Julia engravide naturalmente quando chegue o momento dela, mas se tiver dificuldades, ela poderá contar com seus óvulos congelados.

Converse você também com seu ginecologista e faça uma #AvaliaçãoDaFertilidade, você terá informação para decidir seu melhor momento de ser mãe com seus próprios óvulos jovens.

Solicite a sua primeira consulta:

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up