maio 20, 2020

Vida saudável na gravidez

Comitê Editorial IVI Salvador

Muitos sonham com uma vida saudável. Mas, para ter uma vida saudável é necessário repensar rotinas. É preciso realizar mudanças de hábitos para ter uma vida melhor.

Mas, o que é considerado ter uma vida saudável? Muitos aspectos envolvem hábitos e vida saudável. É ter uma alimentação rica em nutrientes, pobre em gorduras e açúcares e prezar sempre pela diversidade. Assim, podemos atingir o máximo de nutrientes possíveis. A qualidade de sono também deve ser boa. O sono ideal deve ser de ao menos 6 horas por dia. Praticar pelo menos 30 minutos de atividades físicas diariamente para combater o sedentarismo, prevenir a obesidade e manter a autoestima elevada. Atividades culturais e esportivas, bem como exercícios e práticas ao ar livre.

Manter um bom relacionamento social, a distância, também faz parte de uma vida saudável. Afinal, nada melhor que boas risadas com os amigos.

Grávidas e mulheres que estão tentando engravidar devem cuidar ainda mais do corpo e da saúde, pois a obesidade pode causar infertilidade e até problemas para o bebê.

A gravidez é o sonho da maioria das mulheres. E quando o tão esperado positivo chega, é o momento de cuidar mais ainda da saúde. E agora não só da mamãe, como do bebê também.

Exercícios físicos e a gravidez

Algumas mulheres entendem que grávidas devem ter repouso e não devem realizar atividades físicas por conta do bebê. Mas diferente disso, atualmente, os médicos inclusive indicam a prática de atividades que elevem a autoestima da mulher e mantém a saúde em dias. Se não há contraindicações para a mamãe, ela deve sim praticar exercícios.

A atividade física deve ser de intensidade moderada. Os exercícios ajudam a mãe a levar uma vida saudável, eleva a autoestima, e proporcionam boa forma física. Também ajuda a evitar dores na coluna, normalmente provenientes do crescimento da barriga. Para o bebê também é muito importante, pois ajuda a ter uma capacidade cardiovascular melhor.

No geral, exercícios pesados não tem indicação médica, pois podem causar descolamento de placenta e variação da pressão arterial podendo assim, afetar a saúde do bebê. O ideal é realizar as atividades físicas indicadas pelo médico que acompanha a gestante.

Alimentação saudável na gravidez

Durante a gravidez não é indicado dietas para perda de peso. A mulher também não deve ter o pensamento de “comer por dois”. A alimentação deve ser equilibrada para manter uma vida saudável para ambos.

Algumas mudanças nos hábitos alimentares devem ser realizadas durante a gravidez. Para uma vida saudável nessa fase, pequenas alterações já ajudam na saúde da mãe e do bebê. A mulher grávida precisa tirar do cardápio alimentos que não agreguem valor nutricional ou que possam alterar a pressão arterial ou índice glicêmico.

Alimentos crus devem ser evitados por conta de contaminação. Sal, açúcar, café e gordura devem ser consumidos com moderação. Frutas, verduras e vegetais devem ser consumidos com mais frequência, pois são ricos em vitaminas e fibras. A bebida alcoólica deve ser eliminada completamente da dieta.

O ferro é essencial durante a gravidez. Ele mantem a energia e previne a anemia. Carnes magras, cereais e espinafre são ótimas fontes de ferro.

O consumo de água deve ser aumentado. A água reduz a retenção de líquidos, hidrata o saco amniótico, reduz os riscos de hipertensão, purifica as toxinas do sangue, melhora o aspecto da pele e evita a prisão de ventre, que é tão comum na gravidez. 

Acabe com o tabagismo para desfrutar de uma vida saudável

Já sabemos que o tabaco e as demais substâncias que compõem os cigarros são vilões de órgãos como coração e pulmão. O cigarro causa alteração da pressão arterial, aumento do risco de doenças cardiovasculares e ampliação da probabilidade de desenvolver cânceres no sistema respiratório, como pulmão e garganta.

Além disso, o sistema reprodutor também sofre influência negativa. Nas mulheres o tabaco pode causar antecipação da menopausa, baixa reserva ovariana e dificuldades de engravidar. Nos homens pode causar a dificuldade de mobilidade nos espermatozoides. O tabagismo pode levar a infertilidade em ambos os sexos. Também pode gerar problemas durante a gestação e no parto.

Portanto, para melhorar a qualidade de vida e desfrutar de uma vida saudável, o ideal é abandonar hábitos ruins, como o cigarro, principalmente durante a gravidez.

Grávida em tempos de pandemia, quais cuidados deve ter?

O mundo mudou e precisamos nos adaptar a nova realidade. Lidar com o desconhecido, se moldar ao novo mundo é tarefa difícil. Mas não quer dizer que não podemos ter uma vida saudável. E para a mulher que está grávida nesse período da pandemia do coronavírus, a preocupação é em dobro. Os cuidados se estendem a nova vida em seu ventre.

Em primeiro lugar, é ideal cuidar da mente! Ter a consciência que tudo vai passar e que a saúde está em primeiro lugar é o mais importante. Realizar atividades que mantenham a mente ativa e elevem a autoestima. Yoga e meditação são excelentes armas contra ansiedade que toma conta neste momento. Pratique atividades físicas em casa.

Utilizar transporte público, fazer exercícios físicos em academia, fazer compras no shopping ou mercado e festinha de chá de bebê, atualmente são coisas que não devem fazer parte da rotina de uma futura mamãe. As grávidas devem tomar os mesmos cuidados que qualquer pessoa. Manter isolamento social adequado, lavar as mãos frequentemente durante 20 segundos, não tocar boca, olhos e nariz, e, se for necessário sair de casa, o uso da máscara é obrigatório.

Também é importante manter o pré-natal e a frequência dos exames. O acompanhamento médico para verificar a evolução do bebê é imprescindível.

Solicite a sua primeira consulta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topoarrow_drop_up